top of page

Escalada em Artificial

Por Gustavo Loureiro


Muito se fala sobre escalada em artificial, mas será que realmente sabemos tudo sobre este enorme universo ou apenas temos conhecimento básico e acreditamos que sabemos tudo?


Escalada em artificial é aquela em que "não utilizamos as mãos e nem os pés sobre a rocha para escalar". Mas será que é tão simples assim?


Neste fim de ano (2002) fui a São Bento de Sapucaí - SP fazer um curso de Big Wall com nada mais, nada menos, que Eliseu Frechou. Antes já havia tido aula com Alexandre Portela (Conquistador da Terra de Gigantes) e Hillo Santana (Conquistador de várias vias no Sino).


Em uma escalada em artificial, a trabalheira e o equipamento utilizado é muito maior e isso faz com que você leve mais tempo escalando. Além disso, você está habituado a confiar nas suas mãos e nos seus pés para sustentar o peso de seu corpo e em uma escalada em artificial, tirando o A0 (Grau mínimo de dificuldade) e alguns A1, onde a grampeação é fixa, você terá que confiar em pequenos nuts, Friends ou até mesmo clifs (equipamentos móveis) para sustentar o peso de seu corpo e ascender utilizando escadas (estribos) presos a estas pequenas peças.


O mais importante é que não é tão simples manusear todo este equipamento enquanto está escalando e você acaba perdendo tempo em uma escalada que já é demorada. Foi exatamente por este motivo que resolvi fazer vários cursos, afinal desejava aprender de forma correta o manuseio de toda esta "tralha" além de conhecer os diferentes estilos dos escaladores.



Jumar, Daise Chain, Piton, Solteira Regulável, estribos, fifi ou mosquetão simples, clifs e muitos outros, são algumas das peças que são utilizadas em uma escalada artificial.


Alerta: A Daise chain, deve ser utilizada somente em escaladas em artificial e além dela você deve utilizar uma solteira comum para se ancorar na parada. Não utilize a sua Daise como solteira, pois ela não foi fabricada para suportar quedas e somente o peso de seu corpo estático.


Existe grande diferença em fazer um pequeno trecho de escalada em artificial e fazer uma escalada toda en artificial, pois em um pequeno trecho, você pode improvisar com fitas.


A graduação em Artificial vai de A0 à A5 e quanto maior o numero ao lado do A, mais difícil vai ficando a escalada e mais riscos para o guia e para o participante em caso de queda.  

84 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Yorumlar


bottom of page